Conheça a Câmara

A Câmara Muncipal de Vera foi criada em 13 de maio de 1986, data da emancipação política do município. No dia 14 de janeiro de 1987 ocorreu a 1ª Sessão, sendo presidida por Adair Leo Dall'Agnol, que, posteriormente, seria homenageado com seu nome batizando o Plenário da Casa de Leis. 
 
O Poder Legislativo tem o objetivo de criar leis, exigir seu cumprimento e fiscalizar atos do poder Executivo. Representante legítima da sociedade no Município, a Câmara Municipal busca traduzir os anseios da coletividade através do seu papel de legislar.
 
A atual gestão 2017-2020 é a 9ª a passar pela Câmara, sendo composta por nove vereadores eleitos pelo voto direto, para o exercício de quatro anos.
 
A Câmara está presente em todas as ações de desenvolvimento do município, e apesar de ser um poder independente, busca no Executivo o suporte necessário para trabalhar pelo povo, atendendo seus anseios e prioridades.
 
As pautas das sessões ordinárias são todas de interesse da sociedade e vem de encontro ao bem estar de todos, cobrando do Executivo ações imediatas. Nas sessões são debatidas questões relacionadas à segurança pública, saneamento, limpeza, educação, saúde, turismo, meio ambiente, entre outros temas de interesse da população verense.
 
Conhecer a Câmara Municipal possibilita o cidadão saber como estão atuando os vereadores.
 
O Poder legislativo de Vera realiza sessões toda a semana, com uma proposta de aproximar ainda mais a Câmara de vereadores da comunidade, ouvindo os problemas do povo e lutando por melhorias para a cidade.
 
Por isso você, cidadão, é convidado para estar presente nesta Casa de Leis em todas as sessões, toda segunda-feira às 19h, com exceção das sessões extraordinárias que poderão acontecer em horários diferentes.
 
Qual é o papel do Vereador?
 
O vereador é eleito para defender os interesses públicos de uma cidade. Seu trabalho consiste na criação, análise e elaboração de propostas de leis municipais, que assegurem a ordem e o desenvolvimento da coletividade.
 
O vereador também deve atuar como um fiscalizador do poder público e buscar soluções para os problemas cotidianos.  A função julgadora do vereador consiste em julgar as infrações políticas administrativas do prefeito e dos próprios vereadores.
 
É importante que a sociedade conheça o papel do vereador, como forma de compreensão dos seus direitos enquanto cidadão. É necessário que a população esteja ciente das reais possibilidades e responsabilidades de um vereador.
 
Freqüentemente, os vereadores são cobrados a tomarem providencias na realização de obras, isso é comum, mas o poder que o vereador possui é indireto, ou seja, através de uma possível emenda de lei orçamentária sujeita a votação ou através de uma indicação ou requerimento que o vereador encaminha ao prefeito solicitando aquela providencia que o eleitor reivindica. Portanto é através destes instrumentos que o vereador poderá solicitar a realização de uma obra, mas sempre dependerá da ação do poder executivo atender ou não ao pedido do legislativo.
 
Por estar sempre em contato com o povo, o vereador costuma receber deste mesmo povo as reivindicações e enviá-las ao prefeito que pode ou não executá-los.  A autonomia de cada vereador, no entanto, é exercida nos limites do poder legislativo e de acordo com as leis municipais, estaduais e federais.